Autenticação de dois fatores: Como usar?

Atualizado: 21 de mai.

Se a falta de segurança na internet lhe trás algum receio, a utilização da autenticação de dois fatores com seu celular (iPhone ou Android) como uma chave de segurança física.

A ideia é adicionar uma segunda camada de proteção à sua conta, o primeiro deles é a sua senha, e o segundo é um token, uma chave aleatória temporária gerada somente para o acesso a conta, aumentando significativamente a segurança do acesso.

O processo envolve o envio de um código via SMS para o número de telefone cadastrado ou então um número de confirmação, via APP, no seu celular, como um aviso. Você pode, então, aprovar o login, ou não.


Dentre os principais serviços que utilizamos, a segurança integrada do Google e da Apple permitem o acesso de sua conta apenas pressionando "Sim" ou pressionando o botão de volume depois que um pop-up aparecer no seu telefone, camada de segurança chamada "Dispositivos confiáveis". Já o WhatsApp não pode usar seu número de celular como segunda etapa, porque este é o principal método de login. Então, a autenticação se dá por um número PIN ocasional ou em um novo login de um novo celular.

Onde o SMS não é gerado, há a opção de obter um código de autenticação através de um aplicativo dedicado como o Google Authenticator, esse serviço oferece acesso a um código aleatório e temporizado, similar aos demais serviços.

Por fim, existem alguns serviços que oferecem uma chave de segurança física para desbloquear contas, geralmente com uma conexão USB para que você possa conectá-lo a um dispositivo para autenticar via facial ou digital ou mesmo NFC.